domingo, 21 de setembro de 2008

Participação política e juventude evangélica

Ao contrário do que muitos pensam, existem jovens no meio evangélico interessados e mobilizados pela transformação da sociedade com ações que envolvem diretamente algumas dimensões políticas.
-
Vale a pena acompanhar a quantas anda esse envolvimento dos jovens evangélicos. Aqui neste blogue já falamos sobre o processo de construção da I Conferência Nacional de Políticas Públicas de Juventude (ocorrida em Abril de 2008): mais de 400 mil jovens em todo o Brasil estavam envolvidos, dentre eles mais de 1200 jovens evangélicos.
-
Nos dias 29, 30 e 31 de Agosto de 2008, cerca de 40 jovens cristãos se reuniram em São Paulo no II Seminário de Políticas Públicas de Juventude. Eu estava lá, foi um momento de muito diálogo, difícil de ver em muitas instâncias da sociedade, dentro e fora da igreja. Cada voz que poderia-se considerar como distoante enriquecia mais ainda nosso encontro. Lá se reuniram jovens de alguns movimentos como a ABUB (Aliança Bíblica Universitária do Brasil), a JOCUM (Jovens Com Uma Missão), a Rede Fale, o EPJ (Evangélicos Pela Justiça), a Visão Mundial, a Rede Mãos Dadas, etc.
-
Saiba mais no site da Rede Fale www.fale.org.br ou clique diretamente aqui.
Se você deseja se envolver diretamente com a construção coletiva de Políticas Públicas de Juventude, entre em contato comigo, sou articulador da Rede FALE no Rio de Janeiro. Meu e-mail: pedrojustica@gmail.com.
-
Aguardo seu contato, sua participação é fundamental!
-
"Se a missão não for integral, então não é missão!" (uma frase que ecoa na mente de jovens que buscam justiça através da Defesa de Direitos, conheça mais sobre a Rede FALE aqui.)

3 comentários:

André Decotelli disse...

Fala mano...confirma a parada do dia 12 lá no alma hein!!!!
Abraço!

ju peres disse...

tá certo!
se é a gnt é diferente.... então tem q realmente fazer a DIFERENÇA!

bjo!!!
^^

Anônimo disse...

bom comeco