segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Como Zaqueu? (estudo bíblico)

Este estudo bíblico foi desenvolvido por mim segundo o método O.I.A. (Observar, Interpretar, Aplicar). Foi realizado nos grupos de ABU da UERJ, dos quais participo. Mais sobre o método você encontro no livro da Tonica (Antonia Van der Meer), intitulado O Estudo Bíblico Indutivo, publicado pela ABU Editora.


Como Zaqueu?

Texto-base: Lucas 19: 1-10 (acesse a Bíblia aqui)

Saga do Zaqueu
(Música: Roberto Diamanso. Letra: Ariovaldo Ramos)

-
Ele desceu de tudo e de todos,
Abandonou, traiu seus irmãos
E brandeou pro inimigo.
Resolveu sobreviver e enriquecer-se

-
Explorou o pobre, fez-se o maioral,
Chefe dos parias, o diabo de todos.
E um dia, contra todas as vozes,
Foi convidado para jantar.
Cristo o chamou,
E nunca mais foi o mesmo,
Reconheceu sua desumanidade,
Dividiu com os pobres, deu a metade
E aos que explorou pagou quatro vezes mais

-
Bendito seja o Cristo filho de Deus,
Bendito seja o Cristo filho de Deus.

-
Finalmente a luz brilhou,
Finalmente a Lei ganhou vida
E a vida ganhou razão.

-
Bendito seja o Cristo filho de Deus,
Bendito seja o Cristo filho de Deus.

-
Que implanta a justiça, restauração.
E ao que volta ao pó concede libertação.


1. De acordo com a letra de “Saga do Zaqueu” e do texto bíblico lido (vv. 2, 3 e 7b), quem era Zaqueu?
2. Tanto o texto como a música falam de uma mudança ocorrida em Zaqueu. Como essa mudança se deu? Que ações e que pessoas estão envolvidas nessa mudança em Zaqueu? Qual seria a ação mais fundamental e quem a teria realizado?
3. A missão que Jesus tem a realizar acontece com ou sem o acordo da multidão (versículo 7). De que forma preconceitos têm nos impedido de viver a Missão do mesmo modo que Jesus viveu?
4. A lei judaica só previa restituição ao quádruplo para um caso; a lei romana a impunha para todos os furtos manifestos. Zaqueu amplia para si mesmo essa obrigação a todos os prejuízos que tenha podido causar. Em Mateus 5: 20, Jesus diz que a justiça dos discípulos teria que exceder a justiça dos “mais justos” (os mestres da Lei). A letra de “Saga do Zaqueu” diz: “Finalmente a Lei ganhou vida”. Há várias formas de enxergamos a Lei (ou as leis) e suas diversas formas de aplicação, mas qual deve ser o seu objetivo principal?
5. De que modo percebemos que Zaqueu foi realmente transformado? Como vivemos hoje transformação semelhante à que Zaqueu sofreu?
6. Repare que Zaqueu reconheceu Jesus como Senhor. O que reconhecer Jesus como Senhor (como quem governa, conduz, guia) significa para nós hoje?

“... Jesus enfatiza o que há de mais profundo na vocação dos seus seguidores: ser gente. Esta é a vocação inerente à própria natureza de como os seres humanos foram criados. É como se Jesus estivesse de fato recompondo a composição humana original.”

(Carlos Queiroz, pastor e escritor)

3 comentários:

Blog do Túlio disse...

Cara, vc tem esse livro da Tonica? To procurando e não encontro em lugar nenhum pra comprar.

Pedro Grabois disse...

É mais fácil encomendar através da ABU Editora...

Filosofiainicial disse...

Legal o que você faz.
Gostei bastante do seu blog.
Parabéns